Princípios do marketing digital

Princípios do marketing digital
Compartilhe...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Uma vez que o que chamamos de marketing digital está dentro do marketing, é natural que este “irmão mais novo” siga boa parte dos princípios que guiam o conceito. Por isso, quando dizemos que o marketing envolve “criar, comunicar, entregar, e trocar ofertas que têm valor para os consumidores, clientes, parceiros e para a sociedade como um todo”, precisamos entender que existem processos nas entrelinhas de cada uma dessas atividades.

 

Quando Jerome McCarthy publicou seu Basic Marketing em 1960, trouxe ao mundo um conceito que continua incrivelmente válido: o Mix de Marketing, também conhecido como “Os 4Ps do Marketing”. Você já deve ter ouvido falar sobre Produto, Preço, Praça e Promoção. Também já deve ter visto algumas tentativas de “reinventar a roda”, adicionando mais palavras com a letra P.

 

A verdade é que os 4Ps continuam válidos como sempre foram, porque não se resumem a apenas uma fatia do que de fato é o marketing. Ainda assim, como estávamos falando, existem entrelinhas que nem sempre estão aparentes para todos. Vejamos quais são estes aspectos:

 

1) Estude seu público-alvo

 

Nenhum negócio, produto ou peça de comunicação dará certo se você não estudar quem são as pessoas que serão impactadas pelo seu trabalho. Fazer estudos de persona, buscar indicadores de mercado em associações de classe e institutos como IBGE, IPSOS e outros podem fornecer bons indícios. Lembre-se: as pessoas não vivem o tempo todo na internet! Todos nós temos comportamentos diferentes em situações diferentes.

 

Uma vez compreendido isso, é hora de busca informações sobre o seu público na internet. Use ferramentas como o Google Trends, Google Analytics, Google AdWords e Facebook Audience Insights para conhecer melhor os hábitos dos seus futuros clientes.

 

2) Documente suas estratégias

 

Depois de estudar seu público-alvo, é importante que você detalhe o que irá fazer para levar a sua comunicação de marketing na internet até eles. Isso permite que você crie formas diferentes e mais interessantes de levar a sua oferta até seus futuros clientes. Uma maneira de fazer isso é personalizar conteúdos e pontos de contato.

 

Porém, isso não significa fazer cada página com o nome e as cores favoritas do visitante do seu site. Significa entender quais são as necessidades e interesses dele para poder criar conteúdos adequados.

 

Crie planilhas e calendários para organizar as suas ações de marketing digital, bem como os conteúdos que você irá produzir. Não se esqueça de traçar metas no seu planejamento. Se estiver em dúvida sobre como fazer isso, leia nosso artigo sobre planejamento de marketing digital.

 

3) Seja consistente e transparente em seus conteúdos

 

Produzir conteúdo, fazer com que ele seja acessados pelo seu público e criar relacionamento é uma base importante para você lidar diariamente. É importante lembrar que quando falamos sobre produção de conteúdo para os seus canais de comunicação digital, falamos sobre peças originais, feitas por você ou pela sua equipe. Copiar conteúdo de outros lugares, ainda que citando a fonte, pode ser prejudicial.

 

O Google sabe exatamente quem publicou primeiro e quem tem maior relevância sobre os assuntos que trata nos seus sites e blogs. Por isso, crie seus próprios conteúdos – sejam eles artigos, vídeos, infográficos ou podcasts. Como você se sentiria se alguém copiasse o seu trabalho? Não é bom, não é mesmo?

 

Outro ponto importante é ser transparente. Seu consumidor tem todos os recursos para descobrir o que quiser sobre o seu negócio. A internet dá a liberdade para que as pessoas avaliem os produtos e serviços que consomem e isso serve como um importante recurso para a tomada de decisão deste consumidor. Portanto, não tente prometer algo que não conseguirá cumprir.

 

4) Segmentação, anúncios e investimento

 

Há algum tempo, criou-se um mito de que “as coisas digitais são instantâneas e gratuitas”. Só existe um mito maior do que esse, e ele se chama Papai Noel. Produzir para internet leva tempo, seja para construir um artigo (como este que você está lendo) ou então para gravar um vídeo. Você também já cansou de ouvir que “tempo é dinheiro”, não é?

 

Princípios do marketing digital para que as coisas aconteçam, você precisa investir tanto tempo, quanto dinheiro. É verdade que no início todos nós começamos com um pouquinho de cada um. Mas é importante saber que tudo é progressivo. Para atingir resultados maiores, precisaremos investir mais. Como diria o Tio Ben, do Homem-Aranha, “grandes poderes trazem grandes responsabilidades”.

 

Outro princípio importante do marketing digital é a segmentação. Sem isso, você estará gastando seus recursos à toa, sem saber se as pessoas que estão recebendo a sua comunicação são aquelas que têm maior chance de se tornarem novos clientes. Por isso, é importante usar a segmentação nos seus anúncios no Facebook e também no Google Adwords.

 

Ainda dentro do mito que falamos no início deste tópico, existem dois tipos de pessoa quando o assunto é mídia online (Facebook Ads e Google Adwords, por exemplo): aquelas que acreditam que os resultados só vêm quando você paga; e aquelas que acreditam que é bobagem investir neste tipo de coisa. A verdade é que, como tudo na vida, precisamos de um equilíbrio. É importante contar com os anúncios para atrair mais pessoas e também é possível atingir pessoas organicamente, ou seja, sem precisar investir em anúncios.

 

5) Aprenda com os erros dos concorrentes e os seus

 

Uma característica importante de quem trabalha com marketing digital é saber reconhecer seus próprios erros e aprender com eles. Saber admitir que errou é algo importante para que você possa tirar novas ideias e agir de maneira diferente. Porém, melhor do que isso é observar a sua concorrência e aprender com os erros deles.

 

Uma promoção errada ou um problema de segmentação pode ser facilmente identificado nas redes sociais. Use isso a seu favor e tome nota destes erros para não cometê-los no futuro. Ainda assim, se algo não sair como você esperava, não desista! Boa parte das novidades que carregam “digital” no nome exigem paciência e bastante “tentativa e erro” quando se está começando.

 

Contratar alguém ou fazer sozinho?

 

Tudo vai depender do quanto você pode investir e da sua disponibilidade de tempo. Ainda assim, existem situações em que só um especialista pode ajudar. Porém, se você topar o desafio de fazer sozinho, o ideal é que você continue o que está fazendo neste exato momento: buscar mais informação.

 

Procure tutoriais, cursos, materiais e ferramentas de apoio para ajudar a estruturar as ações de marketing digital da sua empresa. Tudo isso irá ajudar na hora de colocar em prática o que você precisa para crescer. Outra forma é procurar serviços de consultoria para guiar os seus primeiros passos, caso você ainda fique um pouco inseguro.

 

Fonte: https://motdigital.com