Linkedin como ferramenta de networking

Linkedin como ferramenta de networking
Compartilhe...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on Pinterest

Linkedin como ferramenta de networking. No Brasil, o Linkedin possui mais de 29 milhões de usuários cadastrados. Com tamanha abrangência, a rede social de profissionais se tornou uma excelente ferramenta de networking.

1) Mantenha seu perfil do Linkedin atualizado

Tanto sua foto, como sua posição profissional e sua formação. Participou de um congresso? Atualize. Fez um curso de especialização relevante? Atualize. Não deixe para usar a ferramenta apenas quando está na procura de um emprego. Esta ferramenta traz mais resultados quando seu uso é periódico.

 

2) Palavras-chaves

SEO é importante também no Linkedin. Quando um recrutador ou possível parceiro procurar por um perfil no Linkedin, que termo ele usaria? Programador? Desenvolvedor? Tecnologia? Garanta que todas as palavras estejam descritas no título profissional ou sumário do seu perfil. Assim, você aumenta as chances de ser descoberto.

4) Envie mensagens personalizadas

Quer entrar em contato com um profissional relevante para seu negócio? Não envie apenas a mensagem padrão do Linkedin, edite-a e faça uma versão exclusiva contando resumidamente seus interesses profissionais. As chances da pessoa aceitar a conexão é muito maior quando a mensagem é personalizada.

3) Conteúdo

O Linkedin tornou-se uma ferramenta importante para ficar antenado com as notícias do mercado. Verifique o conteúdo compartilhado e publique o seu próprio conteúdo. Compartilhe uma notícia interessante e dê sua opinião. Ou então divulgue um projeto interessante do qual você esteja participando dentro sua empresa. Lembrando em sempre manter o olhar profissional. Não use a ferramenta para assunto particulares, deixe este tema para o Facebook.

4) Solicite Recomendações

Lembre-se de fazer isso durante sua trajetória profissional. Após a entrega de um projeto importante ou depois de uma promoção. Não deixe para solicitar uma recomendação apenas quando já estiver saído de determinada empresa. Uma alternativa é ser pró-ativo e fazer recomendações de colegas e gestores. Não esqueça também de listar suas habilidades e permitir que seus contatos possam indicá-las.

5) Siga empresas e faça parte de grupos

Para ficar por dentro das notícias do seu segmento, siga marcas e faça parte de grupos de discussão sobre determinado tema. Desta forma, sua página do Linkedin sempre exibirá uma informação relevante e você estará bem informado sobre o mercado.

Por fim, a dica final é: coloque o Linkedin dentro da sua rotina virtual. Se você tem tempo para fazer todas as suas tarefas diárias e ainda checar o facebook, com certeza terá tempo de fazer o mesmo com o seu perfil do Linkedin.

 

Fonte: https://blog.f2b.com.br